A Meditação do Dia - Gerson Borges

Ler é um exercício espiritual. O texto por excelência, a Bíblia, revela uma pessoa - Deus. Pessoas. Relacionamento. Vida. Eis o mundo da leitura! " Tome e Leia!" (Agostinho)

28.4.05

28 de abril - Henri Nouwen ( " Escrever é cavar um poço fundo " )

Escrever, cavar um poço fundo

Olá, amigos de jornada!

O texto abaixo, escrito pelo talentoso diretor espiritual que foi - e ainda é, por meio dos seus muitos e relevantes escritos - o holandês-americano Henri Nouwen, é um convite a pegarmos uma pá e fazer um buraco no chão da nossa existência, por vezes árida, seca e sem vida aparente :
" escrever é cavar um poço " , diz ele. Falar sobre o nosso vazio é preenché-lo, ou, ao menos, perceber essa lacuna, esse vão nos subsolo de nossas almas. Mas há água. Os veios estão lá, em algum lugar. Qualquer chuvinha se armazena ainda que tenuamente pela terra do nosso ser adentro. Cavemos, pois.

Philip Yancey disse certa vez que escreve para si mesmo, sobre coisas que não entende. Bom conselho. Um caderno e uma caneta : eis o que você precisa para começar a cavar esse poço de auto-conhecimento.

Gerson


" Escrever não é apenas encher um papel com idéias. Frequentemente dizemos ' Eu não sei o que escrever ". Não tenho nenhum pensamento digno de ser registrado aqui. ' Mas o fato é que bons escritos emergem do próprio processo da escrita. Ao nos debruçarmos diante de uma folha de papel em branco e começarmos a expressar em palavras o que está em nossas mentes e corações, novas idéias brotam, idéias que podem nos surpreender e nos levar para lugares profundos aos quais raramente vamos.

Um dos mais rconfortantes aspectos de se escrever é que isso pode nos abrir poços profundos de tesouros escondidos que são maravilhosos tantos para nós quanto para os outros. "

( Traduzi de " Bread for the journey : a daybook of wisdom and faith ", singelo devocionário de Henri Nouwen. Se você lê em inglês pode :

1. Comprar o livro na Amazon ou pelo menos " folheá-lo " digitalmente : http://www.amazon.com/exec/obidos/ASIN/0060663766/ref=sib_rdr_dp/103-6497795-2638244

2. Assinar um newsletter diário com trechos dessas concisas e incisivas reflexões bíblicas e existenciais : http://visitor.constantcontact.com/email.jsp?m=1011221485028 )

Até amanhã.
Ora et labora!

2 Comments:

Anonymous Neide said...

Amados, quando não consigo cavar, e esses dias são comuns na minha vida...eu copio e amei este texto do Caio Fábio, tem me feito bem nos últimos dias...e quero compartilhar...porque sei que ele tem cavado fundo, em sua caminhada sofrida, assim como eu e você, e também sabe o quanto é difícil permanecer de pé.
Beijos carinhosos

O SALMO DO BOM CAMINHO...
“Bem-aventurado o homem em cujo coração estão os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale de lágrimas, faz dele um manancial”— Salmo 84

Feliz é o homem que simplificou seu ser, e que deu razão a Deus, contentando-se com a semente que ele próprio é em Deus.

Feliz é o homem que preferiu a verdade à dissimulação sem seu próprio coração.

Feliz é o homem que entre um caminho sinuoso e um reto, prefere andar na simplicidade daquilo que é claro e que tem em si bom senso.

Feliz é o homem que não teme olhar para dentro de si mesmo, e de se impor o trabalho de fazer plano o ser, de tal modo que seu caminho interior não seja feito de sustos, buracos e quedas súbitas.

Feliz é o homem que sabe que os caminhos desta vida, todos eles, começam no coração, no homem interior; e que é de dentro do coração plano que as boas vias se estendem para fora, para o mundo.

Feliz é homem que descobre que todas as suas soluções exteriores estão dentro dele mesmo, posto que é de dentro que procedem as soluções que arrumam os nossos caminhos exteriores.

Feliz é o homem que passa pelo vale de lágrimas com a alma andando em planura interior, pois, por esse seu caminhar, ele transformará o vale árido num lugar de vida; posto que é a alma quem semeia o chão sobre o qual andam os nossos pés.

Feliz é o homem que anda na simplicidade da clareza de sua consciência, de seu coração, pois, para ele, todas as coisas cooperarão, até mesmo no vale das lágrimas, visto que dele procederá a freqüência de alma que se harmonizará com tudo o que é bom. Assim, o chão seco, se torna fértil; o céu mesquinho se abre em chuva; e o que era vale de lágrima se torna manancial de vida.

Assim é feliz todo aquele que constrói um caminho plano em seu próprio coração.

Nele,
Caio

2:30 PM  
Blogger Gerson Borges said...

Amiga, vc cavou sim : não em vc mas em alguém cujo coração é terra da mesma terra.

Beijo,

Gerson

3:24 PM  

Postar um comentário

<< Home