A Meditação do Dia - Gerson Borges

Ler é um exercício espiritual. O texto por excelência, a Bíblia, revela uma pessoa - Deus. Pessoas. Relacionamento. Vida. Eis o mundo da leitura! " Tome e Leia!" (Agostinho)

3.8.06

Salmos : espiritualidade para cada dia




Conhecemos e usamos muito ou mal os Salmos. Essa é a verdade. Essa antiga coleção de orações, poemas, hinos de louvor formada pelos 150 salmos do Saltério de Israel ( não esse que ataca o Líbano atrás de terroristas do Hezbollah, mas o antigo Israel, povo escolhido por Deus...) são um tesouro sem tamanho, eu não canso de afirmar, de pregar e de ensinar.
Philip Yancey, no seu ótimo livro sobre o Antigo Testamento, “ A Bíblia que Jesus lia ( Editora Vida ) concorda ao dizer : “ Pessoas a minha volta usavam o livro como um caixa de remédios espirituais – ‘ Quando estiver deprimido, leia o salmo 37; quando sua saúde estiver debilitada leia o salmo 121 ‘ – método que nunca funcionou para mim. Com estranha regularidade eu acabava escolhendo um salmo que agravava o problema em vez de resolve-lo... “

Outro uso equivocado é apanhar um ou outro salmo e transformá-lo num fetiche, isso é, numa ferramenta de magia, de mágica – tudo o que usamos seja por palavras ou ações para manipular Deus, os demônios, as forças da natureza ou mesmo as pessoas é feitiçaria! Que coisa, não? Mas quem não lembra de gente que mantém a Bíblia aberta no Salmo 91 ou noutro “ Salmo forte “ ? Outro dia, sob o balcão de numa loja onde comprava qualquer coisa, havia uma Bíblia aberta nesse Salmo ao lado de uma imagem de Buda e um pote de sal grosso... feitiçaria disfarçada, , misticismo tolo, mistureba superticiosa e pagã!

Irmãos, os Salmos são uma escola de oração! Eles nos ensinam a orar! Além dos próprios salmistas, Jesus orou os salmos. Os discípulos, os apóstolos e os primeiros Pais da Igreja o faziam todo o tempo. Agostinho, Lutero, Calvino, todos esses homens de Deus do passado descobriram nos salmos um ]a fonte inesgotável de espiritualidade para cada dia. Com Davi e os outros salmista a gente aprende a expressar todo e qualquer sentimento diante do Deus Vivo, Pai, Filho e Espírito Santo. Eugene Peterson chega a dizer que os Salmos são uma resposta ao que Deus fala no Pentateuco . O que Deus fala requer uma resposta. Orar é responder a Deus, mais do que simplesmente pedir. Na poesia dos salmos, Salmos de louvor , quando a alma reconhece quem é Deus e o que só ele faz ( 56, 59, 18 ... ) Salmos de desorientação, quando o coração desabafa sua frustração diante das injustiças da vida, por exemplo – aliás, 70 % dos salmos são lamentos ! ( 69, 74, 88 ), Salmos terapêuticos , aqueles que ajudam a revelar elementos neuróticos em nós ( 51, 88, 71 ).

Sobretudo, amados, os salmos nos ajudam no nosso relacionamento com Deus. E relacionamento tem a ver com conversa, com tempo junto, desfrute da presença um do outro. É como diz Harold Fickett : “ Os salmos me fornecem as palavras de que preciso e aquelas que às vezes quero dizer ao meu Deus: “ Os céus proclamam a glória de Deus “
Palavras que expressam meu desejo por intimidade : “ uma coisa pedirei ao Senhor e a buscarei : que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida “. Os salmos instruem minha alma no meu amor por Deus. “

Gastar um tempinho com os salmos, se possível diariamente, é uma forma de amar a Deus. Sem dúvida.

Vosso servo, ainda um salmista de meia-tijela, mas na batalha,

Gerson

4 Comments:

Blogger andrevonheldsoares said...

Bacana.
Não sabia que se aventurava também em crônicas.
Ah, nós nos conhecemos meio rápido, em Niterói, quando você tocou na Igreja Betânia.
Deus te abençoe, meu irmão, a continuar sendo o salmista que é! Tijela cheia!
Um abraço,
André

10:24 AM  
Anonymous vitorio de andorinhas said...

ola Gerson, fico navegando pelo seu site, e tenho sido muito abençoado pelas mensagens, fico muito feliz de ver verdadeiros crentes, filhos da luz com compromisso com o reino de Deus, que Deus abençoe grandemente a sua vida. se vc e meia tigela, eu sou uma colher de sobremesa de festa de criança.
vitorio, mage andorinhas

10:46 PM  
Blogger Blog do Professor Sandro said...

Este comentário foi removido pelo autor.

11:07 AM  
Blogger Blog do Professor Sandro said...

Linda reflexão. Já li o livro do Yancey e seus apontamentos são bastante interessantes. Gosto da imagem dos Salmos como uma sinfonia de vários picos e vales, acompanhando as nuances da existência daqueles que amam o Senhor e não o exclui das míriades de temas que envolvem suas vidas. Forte abraço. Sandro Pinto.

11:14 AM  

Postar um comentário

<< Home